Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Como o mundo é pequeno!

Imagens e notas de sítios por onde passei

Como o mundo é pequeno!

Imagens e notas de sítios por onde passei

Esta é a Praça do Mercado, principal atracção de Wroclaw, cidade polaca nas margens do Oder.De forma quadrangular, a Praça é rodeada por edifícios medievais muito bem conservados. Também conhecida como Breslávia, Wroclaw tem pouco mais de meio milhão de habitantes.  
Saxofone, teclas, contrabaixo, tuba e bateria - uma banda a tocar jazz em pleno Central Park. Hoje em dia, talvez não nos espantássemos se víssemos algo de parecido na Baixa de Lisboa (excepto nestes anos de pandemia, claro), mas em 1994, quando fomos pela primeira vez a Nova Iorque, isto era uma novidade para nós.
As lambretas são omnipresentes em Nápoles. No trânsito caótico desta cidade sempre em obras, são elas que têm prioridade, não respeitando, muitas vezes, os semáforos e cruzando as ruas em todas as direcções. Não nos sentimos seguros em Nápoles e nem as pizzas nos souberam bem...
Este mastodonte é o templo principal dos Mórmons, na sua cidade. Salt Lake City, capital do Utah é, também, a capital dos Mórmons e o seu Templo, apenas aberto aos praticantes e, mesmo assim, com muitas restrições, é um imponente palácio que faz lembrar, vagamente, o castelo da Cinderela. Passámos por lá no Costa-a-Costa, a caminho do Bryce Canyon. A toda a volta, jardins muitos bem cuidados, com inúmeras flores coloridas e fontes por todo o lado. Todo o complexo está rodeado (...)
Temple Bar é uma zona da capital irlandesa, onde se concentram artistas plásticos, associações culturais, diversas atracções turísticas e, claro, muitos bares com muita cerveja. Embora o nome sugira "o Templo dos Bares", o nome Temple Bar parece ter vindo de uma família Temple, que aqui se instalou no século 17, e não terá nada a ver com bares. No entanto, a foto mostra um Temple Bar que é mesmo um bar...
Cidade fortificada, na costa adriática, numa espécie de fiorde, pertenceu, em tempos à república de Veneza. O centro histórico caracteriza-se por ruas estreitas e tortuosas, casas medievais e uma catedral românica.
É uma cidade excelente para filmar séries de aventuras. Aquele muro que a rodeia, percorremo-lo numa tarde abafada, com um calor difícil de suportar. O que vale é, que no final bebemos uma cerveja bem gelada, num dos terraços medievais.
Dizem que esta é a Praça da Paz Celestial. Trata-se da terceira maior praça pública do Mundo. Para além da avenida onde se realizam os desfiles militares, tem o mausoléu de Mao, edifícios governamentais de estilo soviético e, lá ao fundo, o muro que dá acesso à Cidade Proibida, com a famosa foto de Mao, em tamanho gigante.
O céu incrível do planalto e os monumentos de Niemeyer não podiam casar melhor. Com sol aberto ou com nuvens cinzentas, o branco do Museu, em primeiro plano, ou da Catedral, lá ao fundo, proporcionam imagens espectaculares.